Faça da sua Casa um Lar Acolhedor para o seu Gato

Faça da sua Casa um Lar Acolhedor para o seu Gato

DICAS PARA A SEGURANÇA DO GATO NO INTERIOR DA CASA

Os gatos, especialmente os gatinhos, são curiosos por natureza e investigam os objetos tocando-os, cheirando-os e saboreando-os. Ao trazer um novo gato para sua casa, ele ficará curioso sobre tudo e, ao contrário de nós, não será capaz de diferenciar entre o que é perigoso e o que não é. Se você não tiver certeza de como preparar sua casa à prova de gatos, use nossa lista de sugestões para manter seu animal fora de perigo!

 

GATINHOS: PREPARE SUA CASA À PROVA DE GATOS

Quando você levar seu novo gato ou gatinho para casa pela primeira vez, mantenha todas as janelas e portas fechadas até que ele esteja totalmente adaptado, verifique se ele tem todas as vacinas e se está castrado.

Verifique se todas as lixeiras da cozinha e do banheiro tenham tampas à prova de garras e nunca deixe sacos de lixo onde possam ser atacados!

Salve qualquer enfeite frágil, pois não vai durar muito tempo com um gatinho curioso em cena.

Lembre-se sempre de fechar as portas do forno, geladeira, microondas, máquina de lavar louça, secadora e máquina de lavar. Coloque notas nas portas desses dispositivos para lembrar as pessoas de verificar o interior em busca dos gatos exploradores antes de usá-los. Para os pequenos gatinhos pode parecer irresistível uma secadora quente ou uma lavadora brilhante!

Mantenha os tampas dos sanitários abaixados para evitar que o seu gatinho caia dentro ou beba deles (ou até mesmo tente usá-lo!). Você pode ter que deixar uma nota para lembrar os visitantes ou colegas de esquecidos.

Esconda todos os cabos elétricos pendurados atrás da mobília. Na maioria das lojas de hardware, você pode comprar protetores de cabos grossos: eles são colocados ao redor dos cabos e os protegem contra mordidas.

Mantenha os sacos plásticos em um local seguro, pois eles podem ser um perigo real se eles os mastigam, engolem ou se escondem dentro deles.

Velas acesas, incensos ou queimadores de óleo só causam problemas - flamas e gatos peludos não se dão muito bem. Se você fizer uma fogueira, certifique-se de que alguém esteja vigiando.

Encurte as cordas de persianas e cortinas e mantenha-as fora do alcance de suas garras.

Mantenha a bancada da cozinha limpa e elimine os restos de comida rapidamente. Os ossos de galinha são frequentemente tentadores para gatos, mas podem ser muito perigosos, pois podem lascar durante a mastigação. Os cordões utilizados para amarrar carnes também são algo irresistível como um petisco ou brinquedo, mas podem causar sérios problemas de saúde se ingeridos.

Os gatos gostam de escalar, por isso, se você quiser proteger seus móveis, os arranhadores serão muito úteis, especialmente aqueles que contêm uma plataforma elevada onde eles podem dormir ou se esconder sem serem incomodados.

Verifique a seguinte lista de substâncias perigosas e guarde-as com segurança para que não causem danos. Instale travas para crianças ao nível do solo em armários de cozinha, pois os gatinhos curiosos têm muita habilidade para abrir portas.

 

SUBSTÂNCIAS PERIGOSAS QUE DEVEM SER EVITADAS

Infelizmente, muitos itens domésticos comuns são altamente tóxicos para gatos, mesmo em pequenas quantidades. Para manter seu gato seguro, evite usar o seguinte:

 

Produtos de limpeza e higiene, como cloro ou produtos contendo fenóis (por exemplo, desinfetantes que deixam água turva).

Medicamentos para humanos (como aspirina, paracetamol ou ibuprofeno).

Produtos para o automóvel, como líquido anticongelante.

Produtos de beleza ou decoração, como tinturas para cabelo, terebintina e removedor de esmalte.

Veneno para ratos ou camundongos: estes produtos, especialmente, não devem ser usados de forma alguma, já que seu gato pode ficar seriamente doente se a presa envenenada for comida. Se você tiver que usá-los, coloque-os em algum lugar onde seu gato não possa alcançá-los.

Anti-lesmas (existem versões compatíveis com animais de estimação).

Bolinhas de cânfora (naftaleno ou paradiclorobenzeno).

Essências florais, amaciantes de roupa, detergentes para louça (todos contêm detergentes catiônicos que causam ferimentos corrosivos)

Baterias (contêm ácidos ou álcalis que causam ferimentos corrosivos).

Massinha de modelar caseira (devido aos altos níveis de sal).

Aquecedores de pé ou de mão (contêm altos níveis de ferro).

Cigarros, restos de café moído, álcool.

Chocolate (embora seja mais problemático para os cães, a teobromina do chocolate também é tóxica para os gatos).

Qualquer parte do lírio (as folhas, flores, etc), seja no ramo ou como uma planta de interior (veja abaixo outras plantas tóxicas).

Alguns produtos de pulgas para cães contêm permetrina, que é muito tóxica para os gatos, por isso certifique-se de mantê-los fora de alcance e os cães devem ser separados dos gatos quando são tratados com esses produtos.

 

PLANTAS TÓXICAS PARA GATOS

Embora os gatos sejam considerados carnívoros, não se surpreenda se vir seu gato mastigando vegetais ou outras plantas. Alguns gatos gostam de mastigar grama ao ar livre ou roer as folhas de plantas em vasos. Dê uma olhada no que exatamente seu gato mastiga, já que algumas plantas têm partes que são tóxicas para eles. As plantas mais comuns que você deve evitar são:

 

Plantas de interior tóxicas para gatos

Dieffenbachia (comigo-ninguém-pode), lírios (todas as partes da planta são muito tóxicas), filodendro, visco, flor-de-páscoa/poinsétia

 

Plantas de jardim tóxicas para gatos

Lírios, azáleas, narcisos, tomates, dedaleiras, teixos, hortênsias

 

Seu veterinário pode fornecer uma lista completa de plantas que podem ser prejudiciais ao seu gato.

 

DICAS PARA A SEGURANÇA DO GATO FORA DA CASA

Seu gato ou gatinho tem um instinto natural para brincar ao ar livre, marcar território, escalar árvores e tirar uma soneca ao sol. Embora pareça divertido, há algumas coisas que você terá que vigiar no exterior. Quando estão do lado de fora, os gatos são expostos a mais doenças e parasitas, correm o risco de se perder ou serem roubados, e podem ser feridos por um carro. Para permitir que o seu gato esteja ao ar livre e, ao mesmo tempo, esteja seguro, você pode criar um quintal à prova de gatos.

 

Alguns gatos ficam muito felizes em ficar em casa, embora isso dependa do fato de você saber como preparar sua casa à prova de gatos e tornar seu ambiente excitante para compensar a falta de estimulação externa. Outros gatos preferem andar ao ar livre: você terá que decidir qual é a melhor opção para o seu gato, estudando-o com cuidado. Se você permitir que seu gato esteja ao ar livre, peça conselhos ao seu criador ou veterinário e certifique-se de que seu espaço ao ar livre seja o mais seguro possível.

 

PREPARANDO O SEU GATO PARA O MUNDO EXTERIOR

Recomendamos manter seu gato em casa até que o microchip tenha sido colocado e a vacinação tenha sido concluída. A vacinação e os tratamentos contra pulgas e vermes terão que ser mantidos atualizados, então converse com seu veterinário para programar tudo adequadamente para manter seu gato protegido.

 

Dê tempo ao seu gato para familiarizar-se completamente com o ambiente familiar antes de deixá-lo sair. Se ele é novo na família ou se você se mudou, incentive-o a ficar em casa até que ele se adapte e se acostume com o novo ambiente. Normalmente, isso demora ao redor de duas semanas. Lembre-se: se você se mudou, você terá que atualizar o registro do microchip e alterar a placa de identificação.

 

Você tem que dar pequenos passos ao deixar seu gato sair para o mundo exterior. Por exemplo, deixe-o explorar sua nova área enquanto o observa em casa, e depois de alguns minutos faça ruídos de "hora do almoço" com a tigela de comida para encorajá-lo a reentrar. Progressivamente, aumente o tempo de liberdade do seu gato até que ambos se sintam confortáveis.

 

Castrar o seu gato irá reduzir o seu desejo de vagar e mantê-lo perto de casa. Isso significa que haverá menos chance dele conhecer outros gatos e de que se meta em brigas.

 

PREPARE O SEU QUINTAL À PROVA GATOS

Verifique o seu quintal em busca de riscos potenciais, como plantas venenosas (veja acima), abrigos inseguros (se eles contêm produtos químicos) e caixas d’água abertas. É uma boa ideia caminhar pelo quintal fingindo estar na pele de um gato travesso. Você vai detectar rapidamente as coisas que pode consertar para preparar o seu quintal à prova de gatos!

Use herbicidas químicos com cuidado. Restrinja o acesso do seu gato ao quintal após a aplicação de qualquer produto químico e mantenha-o longe da grama ou jardim quando você tratar com fertilizantes, herbicidas ou inseticidas, até que a área tenha secado completamente.

Verifique se ninguém na sua rua está usando veneno para se livrar de ratos ou camundongos. Pode ser fatal caso seu gato ingira o veneno diretamente ou através de um roedor envenenado.

Pensar que um lugar não é seguro o suficiente para o seu gato vagar livremente (você pode viver perto de uma estrada movimentada, por exemplo) não significa que você não possa oferecer ar fresco e exercício ao ar livre. Você poderia:

Construir para o seu gato um caminho longo no quintal que se conecte com uma porta gateira. O caminho deve ter uma área quentinha e impermeável e estar localizada onde tenha uma parte de sol e outra de sombra. Adicionar um tronco de árvore ou estrutura para escalar, cordas e poleiros, um pouco de grama, erva de gato (catnip), uma caixa de areia e uma tigela de água.

Feche o seu quintal para evitar que o seu gato escape.

 

DEIXANDO O SEU GATO FORA DE CASA

Instalar uma porta gateira permitirá que seu gato acesse o quintal durante todo o dia. Muito úteis são as gateiras que podem ser fechadas ou aquelas que permitem que o seu gato entre através do reconhecimento do microchip.

 

Com um pouco de sorte, seu gato vai relaxar no quintal e ficará perto de casa, mas tenha em mente que ele pode encontrar lugares diferentes para descansar ou se esconder. Certifique-se sempre de verificar se o gato não está atrás do carro antes de dar ré.

 

Se você puder, tente manter seu gato em casa à noite. A maioria dos acidentes de trânsito e brigas com outros gatos ocorrem ao anoitecer.

 

Certifique-se de que seu gato esteja usando uma coleira que possa ser retirada rapidamente (no caso de ser atropelado), com uma placa de identificação e informações de contato. Uma faixa reflexiva na coleira ajudará os veículos em movimento a detectarem seu gato no escuro.

 

O fato de que seu gato goste de passear fora de casa não significa que ele se sinta confortável ao transportá-lo. Se você precisar transportar seu gato, use sempre uma transportadora com grade de metal (não uma caixa de papelão) com um cobertor dentro para mantê-lo confortável e seguro. Pulverize o interior do transportador com um spray de feromônios calmantes antes de colocá-lo dentro.

 

Permitir que seu gato saia de casa pode ser uma decisão difícil, mas se ele for entusiasta e aventureiro e você tiver tomado todas as precauções possíveis, deixa-lo sair o manterá mentalmente estimulado e melhorará condição física dele.

 

Você pode gostar

Como Alimentar o seu Gato Idoso
À medida que seu gato cresce, suas necessidades nutricionais mudam. Em Purina, você encontrará mais informações sobre os melhores alimentos para gatos idosos. Confira!
Ferramenta de Condicionamento Físico para Gatos
PURINA® Gat Fitness Tool foi desenhada para mostrar a importância de uma dieta saudável e para manter o seu gato nas melhores condições.
Como Limpar e Higienizar seu Gatinho
Higienizar o seu gatinho é uma boa maneira de manter sua saúde saudável e fortalecer o vínculo entre vocês.