Apresentando seu cão para outros animais

Presentar tu perro a otras mascotas
Aprenda a apresentar seu cão para outros animais de estimação de forma segura.

 

APRESENTANDO SEU NOVO FILHOTE PARA UM CACHORRO ADULTO

Se você já tem um cachorro, ele estará acostumado a ter a casa só para ele, então pode ser difícil aprender a compartilhá-la pela primeira vez. Experimente estes truques para facilitar ao máximo a apresentação de um novo filhote ao seu cão adulto.

 

Antes que o seu novo filhote chegue em casa, verifique que as vacinas do seu cão atual estejam atualizadas, para que ambos possam ser felizes e saudáveis.

Procure um lugar neutro para que seus cães se conheçam, um lugar onde seu cão atual não tenha problemas territoriais. É uma boa ideia apresentá-los fora de casa, mas se o seu filhote ainda não tiver todas as vacinas, terá que ser em casa.

Uma vez que o seu filhote recebeu sua primeira vacina (pelo menos) e que o veterinário tenha confirmado que é seguro, leve o filhote para o jardim e deixe-o andando por um tempo para se acostumar com todas as novas imagens e cheiros.

Em seguida, coloque a coleira e solte o seu cão adulto, também preso pela coleira. Se o seu cão atual é grande ou bravo, pode ser uma boa ideia amordaçá-lo para evitar ataques súbitos durante a saudação. Eles ficarão curiosos de se conhecerem, deixe-os com liberdade de movimento, mantendo a guia solta. Acalmá-los, dizendo aos dois que eles são bons cães e ignorando seus choros ou latidos.

Recompense interações calmas e moderadas com palmadinhas suaves, palavras calmas e um petisco. É importante que você permaneça calmo mesmo que um dos cães fique nervoso demais. Espere que eles se acalmem ou os separe por um tempo antes de tentar novamente.

Faça apresentações curtas, mas frequentes, e eles em breve serão grandes amigos.

Deixe seu cão adulto "convidar" o filhote a entrar na casa. Mantenha os dois cães em suas coleiras até que o filhote tenha feito o reconhecimento do ambiente e que seu cachorro atual o aceite de forma tranquila, sem demonstrar qualquer reação. Continue a recompensar a tolerância e aceitação com elogios e tapinhas gentis em ambos cães.

Se você tiver dúvidas sobre a apresentação de um filhote à um cão adulto, peça ajuda com antecedência. O treinador ou o veterinário terão prazer em aconselhá-lo.

 

APRESENTANDO OUTRO CÃO ADULTO AO SEU CÃO ATUAL

Se você vai apresentar um cão totalmente adulto para o seu cão atual, não se surpreenda se eles não se tornem amigos imediatamente. Não se desanime, se você deixar que eles se conheçam pouco a pouco em um local neutro e silencioso fora de casa (idealmente, um lugar que não é familiar a nenhum deles), não há razão para que eles não tenham uma boa relação e se tornem amigos.

 

Quando for introduzir outro cão, mantenha os dois amarrados pelas coleiras (e até mesmo com a focinheira se forem grandes, bravos ou excitáveis) e permita que eles se conheçam um ao outro.

Se eles começarem a rosnar ou latir, separe-os imediatamente e espere que eles se acalmem antes de tentar novamente.

Se, depois de várias tentativas desse tipo, ainda estiverem relutantes em ficar juntos, você deve pedir ajuda a um especialista em comportamento canino. Peça ao seu veterinário que lhe recomende um especialista.

 

APRESENTANDO SEU NOVO CÃO PARA SEU GATO OU GATINHO

A coisa mais importante a se ter em mente ao apresentar um filhote a um gato é a segurança. Cães podem ficar muito nervosos com gatos, então você deve dar tempo para que eles aprendam a se dar bem. Se o seu cão ainda estiver nervoso ou agressivo com o gato após várias tentativas de apresentação, peça conselhos profissionais ao seu veterinário e pergunte se um especialista em comportamento canino pode ajudá-los a aprender a viver junto.

 

Quando o seu novo filhote ou cachorro adulto estiver relaxado e confortável no seu novo lar, será um bom momento para apresentar seu gato. Você terá que ser paciente e dar ao seu gato tempo para se acostumar com seu novo parceiro, especialmente se seu gato não tiver vivido antes com um cachorro amigável. Não é incomum que os gatos reajam ao novo cão com sibilos ou patadas, ou tentem escapar correndo ou se escondendo.

 

Apresentar um filhote de cachorro a um gato pode ser um pouco assustador, mas sua tarefa será ajudar os dois a se sentirem relaxados na companhia um do outro. Certifique-se de que seu gato ou gatinho esteja em uma área segura, onde o cão não possa alcançá-lo, e mantenha o cão na coleira.

Recompense seu cão se ele estiver calmo e, se ele latir nervosamente, mantenha a calma.

Após cinco minutos, afaste o cão e deixe o gato sair do local para descansar.

Apresente os dois em sessões curtas de alguns minutos cada, em salas diferentes e várias vezes ao dia, para que se acostumem a se ver e se cheirar por toda a casa. Não solte o cachorro da coleira.

Quando eles se acalmarem e relaxarem, deixe seu gato sair da sua zona de segurança, mas mantenha o cão na coleira. Permita que eles se cheirem uns aos outros e os recompense com muito amor e carinho se eles tolerarem um ao outro. Lembre-se de que você deve permanecer calmo, mesmo que um deles mostre sinais de desconforto. Repita isso com frequência, visitando a maior quantidade de lugares da casa quanto seja possível.

Observe-os até ter certeza de que eles se dão bem e não soltem o cão da coleira até que você confie que ele não reagirá ou tentará perseguir o gato. Certifique-se de que o gato tenha acesso a áreas que o cão não possa alcançar e que ele possa escapar se não se sentir confortável.

Separe o cão e o gato nas refeições para que ambos possam comer confortavelmente sem o risco de roubarem alimentos um do outro.

Coloque a caixa de areia do gato em um lugar que seja facilmente acessível a ele, mas inacessível ao seu cão. Ainda que não pareça, é possível que o seu cão siga o seu instinto de procurar comida e considere uma boa ideia devorar o conteúdo da caixa!

Certifique-se de que seu gato tenha muitas oportunidades de vigiar e perseguir brinquedos móveis para que seu cão possa relaxar sem medo de ser atacado por um gato à espreita.

Não se preocupe se o seu cão e o seu gato não se tornarem grandes amigos. Os gatos geralmente são independentes por natureza e podem ignorar o cão, mesmo que ele aceite sua presença. No entanto, ao longo do tempo a maioria dos gatos e cães que vivem juntos acabam tendo uma relação amistosa, embora isso seja muito a dizer para um gato! Enquanto todos tiverem seu próprio espaço, com "áreas sem cachorro" para o gato, tudo deve correr bem.

 

Você pode gostar
Cómo alimentar a tu perro Adulto 7 +
À medida que seu cão cresce, suas necessidades nutricionais mudam. Em Purina, você encontrará mais informações sobre os melhores alimentos para cães para alimentar seu cão idoso.
Alimentar a tu perro adulto
Quando seu cão atinge o estágio adulto, é importante mantê-lo em uma boa condição física. Em Purina você encontrará um guia de alimentação de cães e outras dicas úteis.
Escoger el perro ideal para ti
Se você está pensando em ter um cachorro, é muito importante que você escolha um que combine com você e com seu estilo de vida.