A alimentação do seu filhote

A alimentação do seu filhote
Seu filhote precisa de uma nutrição da melhor qualidade que favoreça seu desenvolvimento.

 

DESMAME

O leite materno é o primeiro alimento ideal para um filhote, pois é rico em todos os nutrientes necessários para o filhote crescer saudável e forte. Embora os filhotes estejam prontos para serem desmamados entre a sexta e oitava semana de idade, a maioria começa a demonstrar interesse por alimentos sólidos após a terceira ou quarta semana.

 

Este é o melhor momento para começar a oferecer uma fórmula para filhotes. Se você escolher um alimento seco, adicione água e esmague-o até fazer um mingau. Conforme o filhote cresce, adicione menos água e ofereça a comida cada vez mais seca. Não caia na tentação de desmamar cedo demais, já que mudar para uma dieta exclusivamente sólida muito cedo pode prejudicar o sistema digestivo imaturo do seu filhote.

 

QUE QUANTIDADE DE ALIMENTO VOCÊ DEVE DAR AO SEU FILHOTE

Muitas vezes, os filhotes podem comer mais com os olhos do que com o estômago! Para manter o equilíbrio certo entre o que ele precisa e a superalimentação, forneça pequenas quantidades de comida com frequência. Isso dependerá da sua idade, porte e das recomendações do seu veterinário. Comece com uma colherada de comida cinco vezes ao dia enquanto seu filhote ainda mama, e siga as orientações gerais abaixo:

 

Desde o início da alimentação sólida até o desmame (normalmente dois meses): 4-6 refeições por dia.

De dois a três meses: 4 refeições por dia.

De quatro a seis meses: 2-3 refeições por dia.

Após seis meses: 2 refeições por dia (dependendo da raça).

Não encha seu filhote, pois muita comida pode prejudicar seu sistema digestivo ou exercer pressão desnecessária sobre o esqueleto se ele ganha muito peso em um curto período de tempo. Nenhuma destas duas coisas é boa para a saúde do seu filhote, por isso tenha cuidado ao planejar as suas refeições.

 

Leia sempre atentamente as instruções da sua embalagem de alimentos para a alimentação, pois são um bom ponto de partida. A quantidade exata de alimento para o seu filhote pode variar dependendo da sua idade, raça, estado de saúde e grau de energia: os filhotes mais brincalhões queimam mais energia, por isso precisam de mais combustível!

 

Pesando o filhote periodicamente permitirá que você esteja certo de que ele tenha o peso correto para sua idade, porte e raça. Você pode fazê-lo em casa, mas se não tiver certeza de como fazê-lo, peça ao seu veterinário que lhe mostre ou faça por você durante o check-up.

 

ALIMENTAÇÃO E EXERCÍCIO

Evite alimentar o seu filhote imediatamente antes ou depois do exercício: Deixe passar uma hora entre a comida e o exercício. Uma boa ideia seria acostumar o filhote a descansar um pouco depois de comer para evitar o risco de desconforto digestivo ou distúrbios mais sérios, especialmente em raças grandes e gigantes, nas quais seus estômagos podem virar. Este fenômeno é conhecido como "dilatação e torção gástrica" e é uma emergência médica que requer atenção veterinária urgente.

 

ONDE ALIMENTAR O SEU FILHOTE

Alimente o seu cachorro em um local tranquilo, longe da agitação doméstica, onde ele possa comer tranquilamente sem ser interrompido. Escolha uma superfície fácil de limpar, como um piso de cerâmica, e sempre sirva a comida do filhote em uma tigela limpa.

 

Mantenha as crianças longe do filhote enquanto come para evitar que ele devore sua comida ou se torne protetor dela. Se você tem outros cães em casa, alimente-os ao mesmo tempo, mas em outro lugar, para evitar brigas e roubos de comida.

 

COMO ALIMENTAR O SEU FILHOTE

Tão importante quanto com o quê alimentar seu cão, é pensar como alimentá-lo.

 

No caso de alimentos úmidos, é melhor servido à temperatura ambiente, pois o cheiro é melhor e é mais fácil de digerir. Se você guardar a comida na geladeira, lembre-se de retirá-la uma hora antes de servi-la. Você pode aquecê-la no microondas por alguns segundos, mas certifique-se de não aquecê-la demais.

 

Enquanto os alimentos úmidos estragam rapidamente quando o recipiente é aberto, a comida seca permanece em boas condições durante todo o dia e não estraga. A maioria dos filhotes gosta do crocante da comida seca, mas se o seu preferir comida úmida, ou se houver alguma razão médica para evitar alimentos duros, deixe a comida em uma tigela de água por até 30 minutos antes para servi-la.

 

A EVOLUÇÃO DO FILHOTE

À medida que seu filhote cresce, seu apetite aumenta. Para fornecer a energia extra que ele precisa para crescer rapidamente e construir sua massa muscular, você terá que aumentar suas porções.

 

Dependendo da raça, um filhote de seis meses de idade pode precisar de duas vezes mais calorias por dia do que um cachorro de dois anos de idade. Como regra geral, comece a aumentar o tamanho da porção de seis para doze meses em cães pequenos, após os quais você pode passar para a alimentação de adultos. Nas raças maiores, você deve começar a aumentar o tamanho das porções aos seis meses e depois reduzi-las novamente aos 12 meses (quando terminar seu pico de crescimento). Essas raças maiores iniciam a alimentação para adultos mais tarde, por volta dos 18 a 24 meses.

 

O QUE VOCÊ NÃO DEVE DAR AO SEU FILHOTE

A expressão "fazer olhos de cachorro" existe por uma boa razão: eles sabem exatamente como conseguir o que querem, especialmente quando se trata de pedir mais comida! Seu filhote deve manter uma dieta saudável e equilibrada, evitar a todo custo para dar restos de comida. O que sim você pode dar são petiscos feitos especialmente para cães.

 

Os petiscos nunca devem constituir mais de 10% da dieta total do cão, pois, caso contrário, você corre o risco de alterar o valor da alimentação balanceada. Além disso, tenha em mente que existem alguns alimentos que você deve evitar:

 

Nunca alimente seu filhote com carne crua. Nunca dê chocolate ao seu cão, pois é tóxico para ele. Cebolas ou uvas/uvas passas também podem ser muito tóxicas para os cães.

 

DEIXAR O ALIMENTO DE FILHOTES

Mudar para a alimentação de adultos

 

Mesmo que o seu cão possa parecer totalmente adulto (entre seis e oito meses no caso de raças pequenas e ao redor de 24 meses em raças gigantes), por dentro eles ainda são filhotes, então você não deve tentar introduzir a alimentação de adultos rápido demais.

A maioria dos cães ainda precisará das calorias e nutrientes adicionais fornecidos pelo alimento para filhotes até 12-24 meses de idade (ou mais, no caso de cães grandes ou gigantes). Só então eles estarão prontos para passar para a fórmula de adultos. Se você não tem certeza de em que idade deve mudar a dieta do seu filhote, consulte o veterinário.

 

MUDANDO O TIPO DE ALIMENTAÇÃO

O estômago do seu filhote é muito sensível, e pode se alterar facilmente se você mudar a comida do filhote repentinamente, tanto se a mudança é de comida úmida para comida seca, ou uma mudança de marca, como de uma fórmula de filhotes para uma fórmula de adultos.

 

Se você acabou de levá-lo para casa pela primeira vez, seria uma boa ideia manter no início a alimentação recomendada pelo criador ou pelo abrigo, a menos que haja uma razão para não o fazer.

 

Se for necessário modificar sua dieta, você deve dar um período de adaptação ao seu sistema digestivo. Misture um pouco da sua nova comida com a antiga, adicionando gradualmente um pouco mais por um período de 7 a 10 dias, até que o filhote seja alimentado apenas com a nova comida.

 

Se você mudar de uma refeição úmida para uma ração seca, seu filhote pode levar um tempo para se acostumar. Ele terá que mastigar mais, levará mais tempo para comer e precisará de mais água. Se você vai mudar de comida seca para comida úmida, não se surpreenda se ele beber um pouco menos. Além disso, a textura pode parecer estranha se está acostumado com a crocância dos alimentos secos.

 

Lembre-se que uma porção de comida seca parece menor do que uma porção de comida úmida e, como a comida seca tende a ter uma densidade energética maior que a comida úmida, seu filhote precisará comer proporcionalmente mais comida úmida para comer as mesmas calorias.

 

Se você seguir nossas recomendações sobre como alimentar seu filhote, você terá um filhote saudável e feliz com um montão de energia para brincar.

 

Saiba mais sobre as rações para cães de PURINA®

 

APRESENTANDO O ALIMENTO SÓLIDO AO FILHOTE

Os filhotes estão querendo conhecer o mundo ao seu redor e precisam de muita energia para explorá-lo. Quando se trata de como alimentar um filhote, a comida industrial para filhotes é projetada para fornecer uma combinação totalmente equilibrada dos nutrientes que ele precisa. Os alimentos para filhotes contêm mais calorias sem aumentar a quantidade, então eles fornecem a energia que eles precisam para desenvolver seu corpo e cérebro sem sobrecarregar seu intestino delicado.

 

As fórmulas de alta qualidade para filhotes contêm grandes quantidades de proteínas facilmente digeríveis para promover o desenvolvimento saudável de tecidos e órgãos, e níveis mais elevados de minerais essenciais, como cálcio, fósforo, magnésio, zinco e ferro, bem como vitamina D para ajudar a que seus ossos e dentes a cresçam fortes. Portanto, a menos que seu veterinário recomende o contrário, você não precisa dar ao seu cachorrinho nenhum suplemento se estiver alimentando-o com um alimento completo para filhotes.

 

Além disso, os filhotes têm bocas menores do que os cães adultos, então o menor tamanho que normalmente tem as rações de filhotes facilita a mastigação e a liberação de todos os nutrientes essenciais. Os filhotes adoram o crocante desse tipo de ração, que os ajudam a manter seus dentes fortes, limpos e saudáveis.

Quando você encontrar um alimento para filhotes com o qual seu cachorrinho e você estão satisfeitos, não é uma boa ideia mudá-lo. Filhotes podem sofrer desconforto digestivo se sua dieta for modificada; Portanto, a menos que haja um problema com sua dieta atual ou seu veterinário recomende que você a altere, é melhor ser fiel à mesma marca de alimento.

 

Você pode gostar

Encontre o filhote ideal para você
Se você decidiu que é melhor ter um filhote, talvez você queira saber como escolher o melhor criador ou abrigo de animais.
Faça uma dieta para o seu filhote
Todos os cães são diferentes, então você deve saber que existe uma grande variedade de fórmulas dietéticas projetadas especificamente para necessidades específicas, como controle de peso ou diferentes doenças.
O adestramento do seu filhote
Assim que seu filhote chegar em casa, você terá que começar a treiná-lo. Em Purina, você encontrará mais informações sobre como treinar seu filhote.