Artrite em cães: dicas para prevenir problemas graves

Purina Artrite em cães: dicas para prevenir problemas graves

A artrite em cães é uma das principais causas de dores crônicas nos nossos mascotes caninos, que ficam com a mobilidade reduzida, impactando negativamente a qualidade de vida. Todos os cães estão sujeitos a ter problemas articulares, que vão se agravando à medida que envelhecem. Mas com cuidados essenciais é possível evitar lesões nas articulações e cartilagens, e também mantê-los saudáveis. Tudo isso ajuda a prevenir complicações e situações graves no futuro.

Existem alguns fatores que merecem um cuidado redobrado dos tutores – como raças predispostas geneticamente, porte e sobrepeso.

Confira no nosso artigo as informações sobre artrite em cães:

  • O que é artrite em cães?
  • O principal tipo de artrite em cães
  • Fatores de risco para artrite em cães 
  • Os cuidados essenciais para prevenir problemas graves de artrite em cães
  • Os sintomas de artrite em cães
  • Tratamentos para artrite em cães

 

O que é artrite em cães?

É natural que os cães tenham desgastes nas articulações ao longo dos anos, o que pode acarretar em dores e problemas de mobilidade. Basicamente, a artrite em cães se caracteriza por qualquer alteração anormal das articulações – pode ser de origem genética, lesões ou infecção – que acaba desgastando a cartilagem e, assim, afetando os ossos e nervos da região, causando dor e inflamações.

Semelhante ao problema nos humanos, a artrite em cães atinge principalmente as articulações que recebem mais impacto na hora de andar – no caso dos cães, os joelhos e os cotovelos. Ainda não existe cura, mas os cuidados preventivos são imprescindíveis para evitar problemas articulares graves.  

O principal tipo de artrite em cães

O principal problema de artrite em cães é a osteoartrite – remodelação anormal nos tecidos articulares em resposta a uma lesão – que atinge cerca de 25% dos animais de estimação, causando dores crônicas. Geralmente, os sintomas aparecem nos animais idosos. Mas, o problema pode ser desenvolvido em qualquer fase da vida, e vai se agravando ao longo dos anos.

Fatores de risco para artrite em cães

Existem alguns fatores que contribuem para desenvolver problemas graves de artrite em cães e, por isso, deve-se ter uma atenção redobrada:

  • Porte: os cães grandes estão mais propensos a terem problemas articulares, pois sofrem mais com o impacto ao correr e pular; isso não quer dizer que os cães pequenos não estejam sujeitos à artrite.
  • Idade: o desgaste da cartilagem é um processo natural que ocorre ao longo dos anos e acentua-se na fase de velhice.
  • Sobrepeso: cães com excesso de peso ou obesidade sofrem com sobrecarga nas articulações.
  • Raça: existem raças predispostas geneticamente a ter artrite, pois herdam problemas no “encaixe” das articulações, que sofrem com inflamações crônicas ao longo do tempo; algumas raças predispostas: Labrador; Pastor Alemão; Rottweiler; Golden Retriever; Bernese; entre outros. Mas, todas as raças e sem raça definida estão sujeitas à artrite.

 

Os cuidados essenciais para prevenir problemas graves de artrite em cães    

1) Alimentação adequada e de qualidade

É fundamental oferecer um alimento completo, balanceado e de qualidade para cada fase da vida do cão (filhote, adulto e sênior) e também para o porte. Cada idade tem uma necessidade nutricional específica, que deve ser atendida para garantir o desenvolvimento saudável do pet; a deficiência nutricional pode prejudicar a saúde das articulações e dos ossos. 

Com uma equipe de mais de 500 cientistas, incluindo nutricionistas e veterinários, Purina desenvolve um alimento de excelência nutricional para o seu cão em cada fase da vida dele; proporcionando os nutrientes certos e na quantidade adequada para o pet viver bem por muitos anos. Descubra as linhas de alimentos para cães Purina: Dog Chow; Purina One; Pro Plan.  

2) Peso saudável

Sempre mantenha o seu cão no peso ideal; isso significa que você deve se atentar à quantidade de alimento oferecido ao seu mascote. A porção varia conforme o estilo de vida do pet (ativo ou sedentário) e com a idade. Siga as orientações de quantidade diária recomendada na embalagem da ração. Também é importante aliar o controle alimentar com uma rotina ativa para o cão (caminhadas são uma ótima opção). Consulte sempre um médico veterinário para analisar a dieta e os exercícios apropriados.

3) Consulta veterinária periódica 

Leve o seu cão periodicamente ao veterinário para check-up e avaliação da saúde. Essa é a melhor maneira para prevenir doenças e manter uma saúde de ferro em seu mascote.

4) Evite situações que causem grandes impactos nas articulações 

A longo prazo, os impactos nas articulações trazem problemas graves aos cães. Por isso, procure deixar o seu mascote longe de escadas; se o seu cão tiver acesso ao sofá ou a sua cama, coloque rampas ou plataformas para ajudá-lo a descer, evitando o impacto (principalmente cães pequenos); tome cuidado com pisos escorregadios, pois aumenta o risco do cão escorregar e cair – o que pode causar lesões; e evite estimular o seu cão a pular muito alto. Isso inclui brincadeiras como escalar paredes, pular obstáculos, segurar petiscos ou bolinhas para o pet pular. 

 

Os sintomas de artrite em cães

A artrite em cães é um problema silencioso que pode ser muito difícil de ser diagnosticado inicialmente. Por isso, é importante os cuidados preventivos e a consulta veterinária periódica. Os sinais são sutis e evoluem progressivamente, geralmente sendo notados quando o cão está velhinho. 

Sinais que podem indicar artrite em cães

  • Rigidez nos movimentos, principalmente após exercícios e repouso
  • Dificuldade para agachar na hora de urinar
  • Dificuldade ou hesitação para subir e descer escadas
  • Dificuldade para se levantar
  • Chorar ao se deitar ou levantar
  • Mancar ao caminhar
  • Redução na velocidade da caminhada para uma marcha com passos curtos

 

Apresentando alguns desses sinais, leve o seu cão ao veterinário para a avaliação e diagnóstico.

Tratamento para artrite em cães 

Embora não haja cura para artrite em cães, existem tratamentos para reduzir a progressão do problema e também para amenizar as dores, contornando, assim, os sintomas a ponto de proporcionar conforto e qualidade de vida ao pet. Com o diagnóstico certo, o veterinário recomenda os tratamentos mais adequados para a condição clínica do cão, sendo necessário o acompanhamento para a vida toda.

Veja os principais tratamentos de artrite em cães

  • Tratamento da dor
  • Manejo nutricional com ração coadjuvante*
  • Ações para perder peso
  • Exercícios regulares de baixo impacto
  • Ácidos gordurosos de ômega-3
  • Suplementos para proteger a cartilagem do seu cão
  • Reabilitação física e modalidades terapêuticas
  • Cirurgia
  • Injeções intra-articulares
  • Acupuntura e outras terapias complementares

 

*Existem rações coadjuvantes com nutrientes especiais que auxiliam no tratamento de artrite em cães ou também podem ser adotadas na dieta de prevenção para cães com predisposição. Você pode contar com a nutrição avançada de Pro Plan Veterinary Diets Joint Mobilidade

 

Perguntas frequentes

Como saber se o cachorro está com artrite?

Os principais sinais que podem indicar artrite em cães são rigidez nos movimentos; dificuldade para agachar na hora de urinar; chorar para se deitar ou se levantar; dificuldade para se levantar; hesitar para subir e descer escadas. 

Existe cura para artrite em cães?

Não existe cura para artrite em cães, mas sim tratamentos para reduzir a progressão do problema e amenizar as dores; além disso, os cuidados preventivos são fundamentais para evitar problemas articulares graves.

Quais os tratamentos para artrite em cães?

O diagnóstico certo e o acompanhamento veterinário são fundamentais para delinear o tratamento adequado para o cão. Entre os tratamentos estão manejo nutricional para ração coadjuvante; suplementos para proteger a cartilagem do cão; reabilitação física; acupuntura; tratamento para dores.  

 

Fontes:

https://caninearthritis.org/article/arthritis-the-basics/

https://www.petmd.com/5-ways-prevent-dog-arthritis

https://www.purina.co.uk/articles/dogs/senior/health/arthritis-in-dogs

https://www.whole-dog-journal.com/health/identifying-arthritis-in-dogs/

https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/mundo-pet/noticia/2020/06/04/veterinaria-esclarece-duvidas-sobre-sintomas-e-riscos-da-osteoartrite-para-caes-e-gatos.ghtml